Bem-vindo(a) Visitante
SIEX/UFES
Ações de Extensão
Georreferenciamento
Contato e Suporte
 
Projeto - 400597 - Grupo de Experimentação Sonora

Registro: 400597
Revisão: 03/12/2018
 
Status: Ativo
 
Título: Grupo de Experimentação Sonora
 
Data de início: 15/07/2013 Previsão de término:
31/12/2019
 
   
 
Data de aprovação pelo Órgão Competente: 09/07/2013
 
Órgão Competente: Câmara Departamental
 
 
CARACTERIZAÇÃO
 
Ano da primeira apresentação: 2013
 
Unidade: Centro de Artes
 
Departamento: -
 
Programa vinculado: SEM VÍNCULO
Principal Área Temática de Extensão: Cultura
 
Área Temática de Extensão Afim: Tecnologia e Produção
 
Linha de Extensão: Música
 
Grande Área do Conhecimento: Linguistica, Letras e Artes
 
Quantidade de bolsas de Extensão vigentes: 0 PIBEXT / 0 Externa
 
Desejo vincular ação de extensão à concorrência de bolsa: Não
 
Palavras-chave: Computação Musical; Música Experimental; Arte Sonora; Desenho de Som, Edição de Som e Mixagem para Audiovisual
 
 
DESCRIÇÃO
 
Apresentação e justificativa:
O marco inicial do desenvolvimento da música eletrônica foi a invenção do telefone por Alexander Graham Bell em 1876. Importante avanços sucederam até que em 1957 a música encontra a computação pelas mãos de Max Matheus no Bell Laboratories. Matheus criou um programa de computador que manipulava dados musicais; O programa chamado Music I tinha uma única voz, uma forma de onda triangular, não possuía ADSR e só controlava a afinação, intensidade e duração dos sons. O Music I deu origem a uma série de programas musicais como Music II, Music III e Music IV. Estes programas abriram espaço para uma “avalanche” de novos programas musicais de todas as categorias que foram criados a partir de 1976 com a difusão dos microcomputadores e a utilização de linguagens de programação de alto nível e grande portabilidade. Hoje, o computador é considerado um importante instrumento musical capaz de superar a limitações dos instrumentos acústicos.
 
Objetivos gerais:
Apresentar a comunidade o computador como um instrumento musical de grande versatilidade e relativa facilidade de manuseio através de concertos abertos ao público.
 
Objetivos específicos:
- Promover duas oficinas sobre tecnologia aplicada a música; - Ensaios quinzenais; - Duas apresentações musicais;
 
Metodologia:
Um mini-curso introdutório de Computação Musical será oferecido aos participantes do projeto. Uma análise do perfil dos participantes será feita visando identificar o nível técnico e musical dos mesmos. A partir desse ponto um conjunto de tecnologias será escolhido para serem trabalhadas na orquestra. Oficinas serão oferecidas nessas diversas oficinas como atividades de extensão. A produção musical dessas oficinas será acompanhada atentamente pelos coordenadores do projeto que proporão um repertório para os ensaios. Ensaios semanais permitirão montar um concerto a ser apresentado publicamente dentro do intervalo de um ano, quando então esse ciclo recomeça.
 
Forma de avaliação da ação de Extensão:
O número de interessados em participar do projeto será o primeiro indicativo de sucesso do projeto. A partir da montagem inicial do grupo de trabalho, a permanência desses membros e sua produção musical passam a ser os melhores indicativos. Ao final, o impacto na mídia e a crítica do concerto que determinará o sucesso do projeto.
 
Site: https://gexsufes.wordpress.com/2018/08/18/sobre-gexs-2/
 
Origem do público-alvo: Interno e Externo
 
Caracterização do público-alvo:
Comunidade em geral com interesse em música.
 
Captação por edital de fomento: Não
 
Articulado com política pública: Não
 
 
ESTUDANTES MEMBROS DA EQUIPE
 
Plano de atividades previstas:
- Preparação do mini-curso de computação musical; - Divulgação do projeto (inscrição); - Aplicação do curso de computação musical - Seminários para a escolha das tecnologias que serão trabalhadas na orquestra; - Escolha do repertório; - Ensaios; - Concerto;
 
Plano de acompanhamento e orientação:
Acompanhamento de frequência (75% mínima); Carga Horária semestral de atividades é de 60 horas
 
Processo de avaliação:
A produção musical dos membros durante as oficinas e mini-cursos serão disponibilizadas na página do grupo e para a rádio da UFES. O concerto será o grande divulgador do trabalho.
 
 
INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS
 
Infra-estrutura física:
Sala de concerto e equipamentos de informática e difusão sonora.
Vínculo com Ensino: Sim
Vínculo com Pesquisa: Não
Público estimado: 100
 
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
 
Informações adicionais:
 

   

PROEX :: UFES
Pró-reitoria de Extensão - Universidade Federal do Espírito Santo

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras
Vitória - ES - CEP 29075-910

Telefone: (27) 3335-2336